Desavença supostamente por ciúmes termina com PM matando mineiro no centro de Mucuri

Segurança
Desavença supostamente por ciúmes termina com PM matando mineiro no centro de Mucuri

Uma discussão que evoluiu para luta corporal no fim da manhã desta quinta-feira, dia 6 de fevereiro, na região central de Mucuri, terminou com a morte de Darlon Fernandes de Souza, de 52 anos, mineiro de Teófilo Otoni. O autor do crime, que não teve o nome revelado, foi um policial militar lotado no Pelotão de Mucuri.

As primeiras informações dão conta que o policial estaria em um salão de cabeleireiro, quando sua esposa chegou e teria dito que um suspeito havia “mexido” com ela. Na sequência o militar foi ao encontro do acusado, os dois discutiram, entraram em luta corporal e foi ouvido um disparo de arma de fogo.

A vítima Darlon, que estava próximo ao CAPS, onde pegaria medicação controlada, foi atingida no tórax e morreu na hora. O policial permaneceu no local e teria alegado legítima defesa, o que está sendo investigado pelo delegado Samuel Martins, titular da Polícia Civil no município de Mucuri.

As últimas informações dão conta que o policial militar foi conduzido e apresentado ao major Anilton Almeida, comandante da 89ª Companhia Independente de Itabatã (CIPM), unidade que responde pelos municípios de Mucuri e Nova Viçosa. Por enquanto ele fica afastado das atividades externas e o caso será investigado pela Polícia Civil e pela Corregedoria da Polícia Militar da Bahia. (Da redação TH)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *